217234760 LIGUE-NOS JÁ, ASSISTÊNCIA A APARELHOS DOMÉSTICOS AO SEU SERVIÇO EM PORTUGAL INTEIRO

Como consigo reduzir o consumo do meu ar condicionado?

16 Dezembro 2020

Ter ar condicionado em casa ou no trabalho é muito bom, não é? É como ter uma escapadela mágica para ir naqueles dias do verão de Portugal onde a sensação térmica ultrapassa os 32°C na sombra. Afinal, a cada estação as temperaturas aumentam mais e com eles o consumo de equipamentos de ar condicionado.

Ter um ar condicionado já não é luxo, mas é uma necessidade de passar o verão confortavelmente. Mas como lidar com a conta de eletricidade que chega todos os meses? É para evitar sustos e ensinar-te a poupar energia que estamos aqui. Nós da ReparaçãoSegura, preparamos um pequeno guia com 6 passos para reduzir o consumo de energia do seu ar condicionado. Pronto para se tornar um perito em economia?

1. Compre um ar-condicionado adequado ao seu ambiente

Pode começar a poupar antes mesmo de instalar o ar condicionado da sua empresa. No momento da compra, saiba a quantidade de BTUS necessária para o seu espaço.

Isto permite que o ar condicionado funcione de forma eficiente e também que evite desperdiçar dinheiro em equipamentos mais caros (que tem uma maior quantidade de BTUS).

Para saber quantas BTUs o ar condicionado precisa de ter, a conta é muito simples. É necessário adicionar 600 por cada metro quadrado do ambiente, mais 600 para cada pessoa na zona, mais 600 para cada aparelho que irradia calor (frigorífico, televisão, congelador, fogão, etc.) e outros 800 se o ambiente estiver exposto à luminosidade do sol.

Por isso, se quiser arrefecer ou aquecer um ambiente de 20 metros quadrados, com 3 pessoas e 4 aparelhos, necessitará de um ar condicionado com pelo menos 16.000 BTUs. Há calculadoras online que fazem este cálculo para ti, está bem?

Além disso, prefere modelos com tecnologia inversa. Este modelo consome menos energia e a poupança pode ser 40% maior.

2. Preste atenção na temperatura do ar-condicionado

É possível economizar até 50% de energia ajustando corretamente a temperatura do ar condicionado. O ideal é regular o termóstato para que fique entre os 20ºC e os 23ºC, para que as mudanças de calor sejam mais sutis, fazendo com que a diferença entre o espaço interno e externo não se torne tão diferente e gaste menos energia.

Evite deixar o aparelho ao máximo frio, pois isto obriga o aparelho a trabalhar mais, consumindo mais energia.

3. Mantenha o ambiente fechado

Embora esta dica seja óbvia para muitas pessoas, é sempre bom lembrar: o ar condicionado foi feito para dentro de casa. Ou seja, não adianta escolher a quantidade certa de BTUS e ajustar a temperatura com prudência se houver muitas saídas de ar, como portas e janelas.

É importante salientar que, mesmo que fechadas, têm lacunas que causam a fuga do ar frio. Assim, sempre que possível, feche estas lacunas: debaixo da porta e entre as janelas.

4. Priorize a maior tecnologia na sua escolha, inverter significa economia

O modelo inverter permite poupanças até 70%, em comparação com aqueles que não têm esta tecnologia. Isto é possível graças ao funcionamento do motor compressor deste tipo de equipamento.

Em vez de simplesmente ligar e desligar o arrefecimento, o ar condicionado inverter reduz ou aumenta a velocidade de rotação, gerando poupanças de energia devido à ausência de consumo máximo. Além disso, este modelo de ar condicionado tem baixo ruído, promovendo um maior conforto e gerando mais um ponto em favor do custo-benefício.

5. Instale a condensadora em locais ventilados

Um dos grandes mitos relacionados com o consumo de energia do ar condicionado é que o local da instalação do condensador não influencia o consumo de energia. Mas sim, influencia.

É necessário instalá-lo num ambiente onde haja circulação de ar, evitando assim o retorno do ar insuflado — o que impede que o aparelho funcione corretamente.

É importante recordar que a redução do consumo de energia de qualquer equipamento eletrónico se deve principalmente ao seu bom uso.

Tudo começa, naturalmente, com a escolha do dispositivo, que tem as indicações de gastos energéticos. Mas assim que o comprares, mantém a atenção nas regras de utilização e nas nossas dicas.

6. Mantenha a manutenção do ar-condicionado em dia

A manutenção do seu ar condicionado é um ponto importante a ter em conta. Muitas pessoas ignoram a cultura de limpar este equipamento, esquecendo que um aparelho sujo pode aumentar a fatura da energia em até 20% e ainda causar problemas de saúde para quem está no ambiente.

Além disso, a sujidade pode até queimar o compressor e causar um curto-circuito. Por isso, deve realizar-se uma manutenção mensal ou semestral, mesmo que apenas os filtros sejam limpos com água corrente.

Agora que sabe como reduzir o consumo do seu ar condicionado, pense nos seguintes pontos: está a adiar a higienização ou manutenção do seu aparelho? Está instalado corretamente? Está desligando sozinho?

Se a resposta a estas perguntas indicar um problema, não espere piorar. A ReparaçãoSegura é especializada em serviço de reparação de ar condicionado e pode ajudá-lo a resolver isto.

A empresa conta com uma equipa de técnicos e certificados especializados para o servir dentro de 48h e serve em todo o território nacional com peças originais. Não atrase a solução! Pode agendar a visita aqui mesmo no blog, basta clicar no banner abaixo!